Lo e Erberth trocaram farpas e muita técnica no tatame do Brasileiro. Foto: Flashsport

O ginásio poliesportivo de Barueri esteve lotado durante toda a semana, e o público na cidade paulistana pôde respirar o mais puro Jiu-Jitsu, durante o 21° Campeonato Brasileiro da CBJJ. Foram 5.750 atletas em 12 áreas de luta, e muitos nomes de peso em ação contra novos talentos que prometem sacudir o cenário, tanto no masculino como no feminino.

Neste domingo 30 de abril, as finais do adulto faixa-preta foram o clímax de um evento grandioso, e o público que lotou o ginásio José Correa gritou e vibrou a cada final. Nomes maiores do torneio, Leandro Lo e Tayane Porfírio confirmaram o grande momento na carreira e faturaram o ouro duplo na disputa, com conquistas no absoluto e no peso – Lo no superpesado, Tay no pesadíssimo.

No masculino, o campeão absoluto do ano passado Erberth Santos tentava defender seu título contra Leandro. Os dois mais badalados faixas-pretas do torneio se enfrentaram duas vezes nas finais mais aguardadas pela comunidade do Jiu-Jitsu. Leandro Lo, da Ns Brotherhood, e Erberth Santos, da Almeida Jiu-Jitsu, incendiaram a galera pelo ouro em duas finais.

Pelo título na categoria de peso, Erberth começou com muita pressão, explodindo para faturar uma vantagem de quase passagem no início. Contudo, Lo manteve a calma, e nos últimos minutos recuperou-se ao raspar e passar, para acumular 5 a 0, e a primeira vitória do dia.

Depois de todas as finais do masculino, os dois regressaram para a final do absoluto, numa arena que parecia um caldeirão. A luta foi tão boa quanto, e foi mais catimbada.

O combate começou com um quedão de Lo, que abriu 2 a 0. A torcida de Lo ainda vibrava quando Erberth raspou bonito da guarda fechada. Os atletas voltaram em pé, e faltando 2min Lo foi para cima de Erberth enquanto este pulava para puxar para a guarda. O árbitro Luiz Kabelinho não contabilizou de imediato, mas após a sinalização de um dos árbitros laterais, pontuou a queda, 4 a 2. Erberth chiou, ameaçou não voltar para luta e foi punido. A luta ficou catimbada a partir daí, com os dois atletas conversando e sendo punidos. No fim, a contagem final ficou em 6 a 4 para Lo, que foi aplaudido pelo adversário e ovacionado pelo público. Agora, Leandro Lo acumula ouro duplo no Pan, Europeu e Brasileiro, com a intenção de repetir a façanha no Mundial em junho. Ele pode ser o primeiro atleta a completar a façanha na faixa-preta adulto.

Veja abaixo mais resultados do masculino:

Pesadíssimo: Victor Honório (GFTeam) venceu Igor “Tigrão” (Ns Brotherhood) por 3 a 0 nos pontos
Pesado: Dimitrius Souza e Guilherme Augusto fecharam para a Alliance
Meio-pesado: Patrick Gaudio (GFTeam) venceu Renato Cardoso (Alliance) por 2 a 0 nos pontos
Médio: Jaime Canuto (GFTeam) venceu Otávio Sousa (Gracie Barra) por 2 a 0 nos pontos
Leve: Michael Langhi (Alliance) venceu Gabriel Rollo (Checkmat) por 1 a 0 nas vantagens
Pena: Rubens “Cobrinha”(Alliance) venceu Rafael Mansur (Cicero Costha) por 4 a 2 nos pontos
Pluma: José Thiago (Cícero Costha) ficou com o ouro após lesão de Cleber Fernandes (Almeida JJ)
Galo: Aniel Candido e Rodinei Junior fecharam para a Zenith JJ

Tayane confirmou a boa fase e faturou mais um peso e absoluto na carreira. Foto: Flashsport

No feminino, Tayane Porfírio brilhou mais uma vez neste domingo do Brasileiro da CBJJ. A casca-grossa da Alliance, pupila do professor Alexandre “Gigi” Paiva, primeiro bateu Luzia Fernandes (Gracie Barra), na final pesadíssimo, quando finalizou com uma americana da montada. Já no absoluto, Tayane colidiu contra a multicampeã Bia Mesquita, que já havia faturado o peso leve, ao fazer 10 a 7 em Bia Basílio, em luta eletrizante. O duelo foi disputado, mas Tayane atacou com pressão e passou a guarda arisca de Bia, para marcar 3 a 0. Tayane seguiu no amasso e Bia com resistência suportou, até o fim, com o placar fechado.

Veja abaixo mais resultados do feminino:

Superpesado: Talita Treta (Ns Brotherhood) venceu Samela Lopes (Ribeiro JJ) por 2 a 0 nos pontos
Pesado: Claudia do Val (De La Riva) venceu Nathiely de Jesus (Cicero Costha) por 2 a 0 nas vantagens após 4 a 4 nos pontos
Meio-pesado: Carina Santi (G13) ficou com o ouro
Médio: Nívia Moura (Ribeiro JJ) venceu Barbara Gomes (UCB)
Leve: Beatriz Mesquita (Gracie Humaitá) venceu Bianca Basílio (Almeida JJ) por 10 a 7 nos pontos
Pena: Andressa Souza (Barbosa JJ) derrotou Alliny Santos (Nova União)
Pluma: Thamires (GFTeam) Aquino venceu Vanderlucia Lima (Boca Team)

 

Matéria retirada da Graciemag