Não é todo mundo que tem coragem de fazer uma tatuagem. Poucos têm coragem de fazer uma tatuagem grande. Menos pessoas ainda têm coragem de tatuar o logo de uma marca, grande, no braço.

Não é o caso de Maicon Prass, representante comercial Red Nose hà 15 anos, que tatuou nosso cachorro no braço em 2005.

Quando lhe perguntam o que aconteceria caso um dia deixasse de vender tênis Red Nose, Maicon diz que vai encarar o pit bull tatuado apenas como a ilustração de um cachorro.

“Boa parte do que eu tenho e do que eu sou hoje tem relação com a marca. Ela já me deu muita alegria”, afirma Prass. Ele conta que teve a ideia de fazer o desenho quando Marcelo Leitão, fundador da marca, deu a ele um chaveiro com a marca da grife.

E aí, você teria coragem?